Navegação Rápida:
 
Abrir em nova janela

.

Página em versos, apropriada para abordar o tema "Criação" (a obra de Deus) junto aos pequenos. Ressaltar as particularidades de cada estação e o que podemos podemos fazer de bom em cada uma delas, lembrando, ao mesmo tempo, que cada estação, assim como cada coisa, traz em si uma dose de responsabilidade para todos, crianças e adultos.
E logo abaixo, nos versos encantadores do tema "Flores Silvestres", surge a oportunidade de mostrar aos pequenos que a verdadeira força não está no poder e nem no dinheiro, tampouco na beleza ou na influência pessoal: a força maior está na fé e na singeleza.

.
 
PRIMAVERA
João de Deus

Francisco Cândido Xavier
 
A primavera no prado
Toda vestida de flores
Trouxe lençóis multicores
Que brilham ao sol dourado.
 
Parece a festa das cores
No caminho perfumado,
Para a alegria do arado
E paz dos trabalhadores.
 
Minúsculos passarinhos
Entoam, nos altos ninhos,
Cantos de amor e inocência...
A Natureza revela,
Sublime, ditosa e bela,
As luzes da Providência!...
 
(Do livro "Jardim de Infância", Espírito João de Deus, Francisco Cândido Xavier)
NOTA: O link abaixo contém a relação de livros publicados por Chico Xavier e suas respectivas editoras:
http://www.institutoandreluiz.org/chicoxavier_rel_livros.html

FLORES SILVESTRES
Casemiro Cunha

Já viste, filho, a floresta
Varrida pelas tormentas?
Partem-se troncos anosos,
Caem copas opulentas.

Mil árvores grandiosas
Esfacelam-se nos ares,
Tombam gigantes da selva,
Venerandos, seculares.

Mas as florinhas silvestres
São apenas balouçadas,
Continuando graciosas
A tapetar as estradas.

Zune o vento? geme a selva?
Não sabe a pequena flor,
Que perfumando o caminho
Compõe um hino de amor.

   

Flores silvestres!... Imagem
Dos bons e dos pequeninos,
Que sobre o mundo derramam
As graças dos dons divinos.

Na selva da vida humana
Caem grandes, poderosos:
Arcas repletas de ouro,
E frontes ébrias de gozos.

Mas, os humildes da Terra,
Dentro da fé que os conduz,
Não caem... São refletores
Da bondade de Jesus.

Flores silvestres da Vida,
Não sabem se há tempestade
De ambições e se há no mundo
Leis de ódio e de iniquidade.

   

Nos dias mais tormentosos,
Sê, filho, como esta flor:
Chore o homem, grite o mundo,
Palmilha a estrada do amor!

   

(Do livro "Parnaso de Além-Túmulo", Francisco Cândido Xavier)
"Mas as florinhas silvestres" - transcrição conforme o livro - nota nossa.
NOTA: O link abaixo contém a relação de livros publicados por Chico Xavier e suas respectivas editoras:
http://www.institutoandreluiz.org/chicoxavier_rel_livros.html

Realização:
Instituto André Luiz
http://www.institutoandreluiz.org/

Evangelizando Corações - Instituto André Luiz - Material apropriado para o culto do Evangelho no Lar, Evangelização de Crianças e Jovens, Encontro de Pais e Palestras em geral.

© Instituto André Luiz - 1999 - 2012 / Todos os direitos reservados / All Rigths Reserved
Entidade Brasileira Sem Fins Lucrativos / Brazilian Non-profit Entity
Essencialmente ESPÍRITA.

Imagem ao alto "Kids Planting a Tree" (DP)
Imagem de Flores Silvestres:
"Windy Day", da PCDN
Arte Digital (Ventania): Lori

Ao repassar/republicar, favor conservar os créditos. | Exclusivamente para uso não-comercial.
By passing on /republish, please keep the credits. | Exclusively for non-commercial use.
Por favor, leia as "Regras de Uso" para o material do site aqui.