Navegação Rápida:
 
Abrir em nova janela

"Quantas vezes entramos no barulho, de coração simplório e desatento..."


B E R L I N D A
Manoel Monteiro
Francisco Cândido Xavier

E na roda, em voz baixa, alguém dizia assim:
- Vocês viram, de fato?
Nunca vi companheiro tão mesquinho
E nenhum tão ingrato!...
Obsessão, ali, domina em cheio,
Homem que não entende, nem perdoa,
Sobretudo, é sovina inveterado,
Uma pedra em pessoa!...

E, noutra roda, alguém asseverava:
- Ela, coitada, em tudo é doida e cega,
Intrigante, orgulhosa, sem juízo,
Um poço de vaidade que trafega...
Onde aparece é flor que não se cheira,
Brasa que a gente vê mas não atiça,
E, além dos desmanteles que provoca,
É um retrato acabado da preguiça!

Quantas vezes entramos no barulho
De coração simplório e desatento,
Tão só comprando o peso do remorso
E a sombra triste do arrependimento!...
Ante as rodas que falam sem proveito,
Guarda em silêncio e prece a própria voz...
Hoje, os outros padecem na berlinda,
Cuidado! que amanhã seremos nós!...

 

(Do livro "Seguindo Juntos", pelo Espírito Manoel Monteiro, Francisco C. Xavier, Espíritos Diversos)
NOTA: O link abaixo contém a relação de livros publicados por Chico Xavier e suas respectivas editoras:
http://www.institutoandreluiz.org/chicoxavier_rel_livros.html


Realização:
Instituto André Luiz
http://www.institutoandreluiz.org/

Evangelizando Corações - Instituto André Luiz - Material apropriado para o culto do Evangelho no Lar, Evangelização de Crianças e Jovens, Encontro de Pais e Palestras em geral.

© Instituto André Luiz - 1999 - 2012 / Todos os direitos reservados / All Rigths Reserved
Entidade Brasileira Sem Fins Lucrativos / Brazilian Non-profit Entity
Essencialmente ESPÍRITA.

Imagem: "Gossip", clipart DP
Gifs Animados da Internet (AD)

Ao repassar/republicar, favor conservar os créditos. | Exclusivamente para uso não-comercial.
By passing on /republish, please keep the credits. | Exclusively for non-commercial use.
Por favor, leia as "Regras de Uso" para o material do site aqui.