BREVE ESTUDO SOBRE O TEMA

Todos temos um bom espírito que se ligou a nós desde o nosso nascimento, e nos tomou sob sua proteção. Cumpre junto a nós a missão de um pai junto ao filho: a de nos conduzir no caminho do bem e do progresso através das provas da vida. Ele é feliz quando correspondemos; sofre quando nos vê sucumbir.
Seu nome nos importa pouco, porque pode não ter nome conhecido na Terra; nós o evocamos, então, como nosso anjo guardião, nosso bom gênio; podemos mesmo invocá-lo sob o nome de um Espírito superior qualquer, pelo qual sentimos, mais particularmente, simpatia.
Além de nosso anjo guardião, que é sempre um Espírito superior, temos Espíritos protetores que, por serem menos elevados, não são menos bons e benevolentes; são ou parentes ou amigos, ou algumas vezes pessoas que não conhecemos em nossa existência atual. Eles nos assistem com seus conselhos, e frequentemente pela sua intervenção nos atos da nossa vida.
(O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. XXVIII, - II)

********************************************

Parte 3: Uma mensagem para você: